Vagando em versos

sábado, 29 de agosto de 2009

Corsário


Bendita lâmina grave que fere a parede e traz
As febres loucas e breves
Que mancham o silêncio e o cais




quinta-feira, 27 de agosto de 2009

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Alquimia

O Vento

Chove

Chove. Que fiz eu da vida?
Fiz o que ela fez de mim...
De pensada, mal vivida...
Triste de quem pensa assim!

Numa angústia sem remédio
Tenho febre na alma, e, ao ser
Tenho saudade, entre o tédio,
Só do que nunca quis ter...

Quem eu pudera ter sido,
Que é dele? Entre ódios pequenos
De mim; 'stou em mim dividido.
Se ao menos chovesse menos!"



domingo, 23 de agosto de 2009

Somewhere Over The Rainbow



Em algum lugar além do arcoris
Lá no alto,
Há um lugar do qual ouvi falar uma vez
Em uma canção de ninar.
Em algum lugar além do arcoris
Os céus são azuis,
E os sonhos que você ousa sonhar
Se realizam de verdade.

Israel Ka‘ano‘i Kamakawiwo'ole (pronúncia IPA [kamakaʋiwoˈʔole]; Honolulu, 20 de Maio1959 - Honolulu, 26 de Junho de 1997) foi um cantor americano, muito popular no seu estado Havaí. Kamakawiwo'ole, que usava também o nome "Braddah IZ", era famoso em sua terra natal não só pela música mas pelas suas raízes; era descendente de uma linhagem pura de nativos havaianos. Nunca ocultou a sua posição a favor da independência do Havai e de defesa dos direitos dos nativos.

Um de seus álbuns mais famosos foi Facing the Future, de 1993, trabalho que o lançou para a fama mundial, onde consta o tema "Over the Rainbow/What a Wonderful World", uma versão que mistura dois clássicos da música dos E.U.A.: “Somewhere Over the Rainbow”, do filme The Wizard of Oz (br: O Mágico de Oz / O Feiticeiro de Oz), e “What a Wonderful World”, onde apenas se ouvem a sua voz suave acompanhada pelo seu ukelele, que rapidamente se tornou um êxito mundial e que lhe rendeu vários prémios. Esta música aparece em diversos episódios de séries norte-americanas como Cold Case e E.R.; também foi trilha dos filmes Meet Joe Black (br: Encontro Marcado, de 1998), Finding Forrest (br: Encontrando Forrest, de 2000) e, mais recentemente, 50 First Dates (br: Como se Fosse a Primeira Vez, de 2004).

Ao longo da sua carreira musical, Iz debateu-se com muitos problemas de saúde relacionados com o seu peso excessivo chegando a pesar 343 kg, para um corpo com 1,88m. Aos 38 anos, faleceu devido a problemas respiratórios causados pela obesidade mórbida.

Em 2001 foi lançado Alone in IZ World, um álbum póstumo contendo vários sucessos e temas inéditos.


Versos



Florbela Espanca

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Primeiros Erros


Meu caminho é cada manhã
Não procure saber onde estou
Meu destino não é de ninguém
E eu não deixo os meus passos no chão
Se você não entende não vê
Se não me vê não entende

domingo, 9 de agosto de 2009

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Palavras

As palavras não são indiferentes: umas fazem-nos mal, irritam-nos, criam distância; outras, pelo contrário, vêm ao nosso encontro e adoçam-nos a alma. Quem as domina e as sabe utilizar é afortunado porque adiantou muito na vida e evitará grandes desgostos. E, mais importante ainda, será semeador de paz e de alegria.

Simplesmente




Simplesmente eu posso esperar
Simplesmente posso esquecer
Da guerra ou da paz
Uma eternidade, uma tarde inteira

domingo, 2 de agosto de 2009

L'Amoureuse



Parece que alguém convocou a esperança
As ruas são jardins, eu danço nas calçadas
Parece que meus braços se transformaram em asas
Que a cada instante que voa eu possa tocar o céu
Que a cada instante que passa eu possa comer o céu.

Carla Bruni


Felicidade