Vagando em versos

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

O tempo não apaga as palavras



Por que será que a palavra que fere
nunca é esquecida e que a acarinha, docemente,
pode passar despercebida?

Por que será que nessa vida quanto mais tentamos nos dar
menos conseguimos agradar?

Por que as pessoas têm tão pouca paciência
e com isso tratam com displicência quem nunca deveriam tratar?

Por que será que elas não dão valor a quem conseguem conquistar
e geram tanta dor em quem dizem amar?

Por que essas mesmas pessoas, num ato falho, não conseguem
perceber que a palavra que fere pode, aos poucos, fazer
desaparecer sentimentos profundos que foram oriundos
de palavras doces e atitudes carinhosas?

A palavra é uma forma preciosa do ser humano se
expressar, um meio de comunicação que não deveria machucar.

A palavra é uma maneira de alcançar um coração
tanto na hora de amar quanto na hora de causar decepção.

Por isso seja atento a tudo que vai dizer, pois o tempo não apaga
as palavras como pode parecer, aliás, o tempo insiste em faze-lá
sobreviver e o que é dito, quase sempre, torna-se impossível de esquecer.

Silêncio Amoroso


terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Viva

Já perdoei erros quase imperdoáveis,
tentei substituir pessoas insubstituíveis
e esquecer pessoas inesquecíveis.

Já fiz coisas por impulso,
já me decepcionei com pessoas
quando nunca pensei me decepcionar,
mas também decepcionei alguém.

Já abracei pra proteger,
já dei risada quando não podia,
fiz amigos eternos,
amei e fui amado,
mas também já fui rejeitado,
fui amado e não amei.

Já gritei e pulei de tanta felicidade,
já vivi de amor e fiz juras eternas,
“quebrei a cara muitas vezes”!

Já chorei ouvindo música e vendo fotos,
já liguei só para escutar uma voz,
me apaixonei por um sorriso,
já pensei que fosse morrer de tanta saudade
e tive medo de perder alguém especial (e acabei perdendo).

Mas vivi, e ainda vivo!
Não passo pela vida…
E você também não deveria passar!

Viva!
Bom mesmo é ir à luta com determinação,
abraçar a vida com paixão,
perder com classe
e vencer com ousadia,
porque o mundo pertence a quem se atreve
e a vida é “muito” pra ser insignificante.

"Esse texto circula pela internet, como sendo de autoria de Charles Chaplin”


quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Não tente me impedir



... Nem que o mundo acabe
Eu vou partir
Pro seu próprio bem
Não tente me impedir
Chega de amor unilateral
Só vivi um sonho
Nunca foi real ...
 
 
Compositor(es): Priscilla Barucci / Racyne

domingo, 17 de janeiro de 2010

Quanto a mim ...



Quanto a mim, tenho que lhes dizer
que as estrelas são os olhos de Deus
vigiando para que tudo corra bem.
Para sempre. E, como se sabe, 'sempre' não acaba nunca.'

Objeto



Objeto
de meu mais desesperado desejo
não seja aquilo
por quem ardo e não vejo

seja estrela
que me beija
oriente
que me reja
azul amor beleza

faça qualquer coisa
mas pelo amor de deus
ou de nós dois

SEJA

sábado, 16 de janeiro de 2010

Complexibilidade em pessoa...




Eu triste - sou calada
Eu brava - sou estúpida
Eu lúcida - sou chata
Eu gata - sou esperta
Eu cega - sou vidente
Eu carente - sou insana
Eu malandra - sou fresca
Eu seca - sou vazia
Eu fria - sou distante
Eu quente - sou oleosa
Eu prosa - sou tantas
Eu santa - sou gelada
Eu salgada - sou crua
Eu pura - sou tentada
Eu sentada - sou alta
Eu jovem - sou donzela
Eu bela - sou fútil
Eu útil - sou boa
Eu à toa - sou tua.

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Certezas


Não quero alguém que morra de amor por mim…
Só preciso de alguém que viva por mim,
que queira estar junto de mim, me abraçando.
Não exijo que esse alguém me ame como eu o amo,
quero apenas que me ame, não me importando com que intensidade.
Não tenho a pretensão de que todas as pessoas que gosto,
gostem de mim…
 Nem que eu faça a falta que elas me fazem,
o importante pra mim é saber que eu,
em algum momento, fui insubstituível…
E que esse momento será inesquecível..
Só quero que meu sentimento seja valorizado.
 Quero sempre poder ter um sorriso estampando em meu rosto, 
mesmo quando a situação não for muito alegre…
E que esse meu sorriso consiga transmitir paz para os que estiverem ao meu redor.
 Quero poder fechar meus olhos e imaginar alguém…
e poder ter a absoluta certeza de que esse alguém
também pensa em mim quando fecha os olhos,
que faço falta quando não estou por perto.
Queria ter a certeza de que apesar de minhas renúncias e loucuras,
alguém me valoriza pelo que sou, não pelo que tenho…
Que me veja como um ser humano completo,
que abusa demais dos bons sentimentos que a vida lhe proporciona,
que dê valor ao que realmente importa, que é meu sentimento…
e não brinque com ele.
E que esse alguém me peça para que eu nunca mude,
para que eu nunca cresça, para que eu seja sempre eu mesmo.
Não quero brigar com o mundo, mas se um dia isso acontecer,
quero ter forças suficientes para mostrar a ele que o amor existe…
Que ele é superior ao ódio e ao rancor, e que não existe vitória sem humildade e paz.
Quero poder acreditar que mesmo se hoje eu fracassar,
amanhã será outro dia, e se eu não desistir dos meus sonhos
e propósitos, talvez obterei êxito e serei plenamente feliz.
Que eu nunca deixe minha esperança ser abalada por palavras pessimistas…
Que a esperança nunca me pareça um “não” que a gente teima
em maquiá-lo de verde e entendê-lo como "sim".
Quero poder ter a liberdade de dizer o que sinto a uma pessoa,
de poder dizer a alguém o quanto ele é especial
importante pra mim, sem ter de me preocupar com terceiros...
Sem correr o risco de ferir uma ou mais pessoas com esse sentimento.
Quero, um dia, poder dizer às pessoas que nada foi em vão…
Que o amor existe, que vale a pena se doar às amizades
e às pessoas, que a vida é bela sim,
e que eu sempre dei o melhor de mim…
e que valeu a pena.




Hay cosas bonitas en la vida



Bonito es que tú seas tú.
Bonitas son las cosas que vienen del interior, las palabras simples, sinceras y significativas.
Bonita es la sonrisa que viene de dentro, el brillo de los ojos ...
Bonito es el día de sol después de la noche lluviosa o las noches de luna en verano cuando todos salen de casa.
Bonito es buscar estrellas en el cielo y regalárselas al amigo, amiga, enamorado ...
Bonito es hallar la poesía del viento, de las flores y de los niños.
Bonito es llorar cuando se tienen ganas y dejar que las lágrimas resbalen sin verguenza y sin miedo de la crítica.
Bonito es disfrutar de la vida y vivir del sueño.
Bonito es ser realista sin ser cruel, es creer en la belleza de todas las cosas.
Bonito es que uno siga siendo uno en cualquier situación.
Bonito es que tú seas tú.

domingo, 3 de janeiro de 2010

L'Amour Parfait


Il n'existe pas d'amour parfait, si le coeur n'est pas parfait.

L'amour ne se pèse pas, ne se mesure pas. Il ne se donne pas, ne se perd pas, ne se vole pas. Lui tout seul est autosuffisant. Ce qu'il nous reste est la capacité pour le comprendre, l'accueillir et prendre possession de lui sans vouloir le changer.


L'amour s'offre à nous gratuitement, comme tout don.  Mais nous nous questionnons toujours.


Et nous nous trompons en essayant de le changer à notre façon, à notre vision, à notre volonté, comme s'il était n'importe quoi qui pouvait être modifié.

Nous sommes petits et l'amour est grand; nous sommes trop petits et l'amour est immense, riche, plein de mystères et bonheurs qu'on n'imagine même pas qu'existent.


Et nous perdons l'amour parce que nous perdons sa raison. Nous le perdons, parce que nous perdons la capacité de nous contenter avec ce qu'il peut nous offrir. Nous le perdons parce que nous exigeons de trop, nous demandons de trop, nous l'étouffons de trop.

Être heureux en amour c'est garder la capacité de le voir heureux. Si nous faisons de nos bras une prison au nom de l'amour, à qui rendons-nous heureux?

Avec notre insatiable soif de vouloir avoir toujours plus que ce que la vie peut nous offrir, nous finissons sans rien, parce qu'on na pas su garder le peu, mais vrai, que nous avons reçu. Nous jetons avec nos mains ce qu'en elles a été mis pour être une bénédiction. Et ça, parce que nous sommes humains, des êtres blessés et plein de cicatrices, résultat de nos allées et venues dans la vie.

Pourtant, quand nous aimons quelqu'un il est nécessaire laisser de côté nos douleurs de temps en temps pour être à côté de cette personne, en particulier si nous la savons blessée aussi.
Et ne questionnons plus l'amour, mais vivons-le. Parce que l'amour en lui-même, même s'il est imparfait, c'est déjà un cadeau hors de prix.


... Porque o amor em si, mesmo imperfeito, já é um presente sem preço.

Saudade


sábado, 2 de janeiro de 2010

Aspirações



Tão imperfeitas, nossas maneiras
de amar.
Quando alcançaremos
o limite, 

o ápice de perfeição,
que é nunca mais morrer,
nunca mais viver
duas vidas em uma,
e só o amor governe
todo além, todo fora de nós mesmos?
O absoluto amor,
revel à condição humano e alma.

sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

Um novo dia



Um novo dia vem nascendo
Um novo sol já vai raiar
Parece a vida, rompendo em luz
E que nos convida a amar

Oh, meu irmão, não desespera
Espera a luz acontecer
Para que a vida renasça em paz
Nesse novo amanhecer
 ...
Composição: Vinicius de Moraes / Edu Lobo